A educação científica em um centro de ciências: potencialidades e desafios das atividades educativas na Praça da Ciência de Vitória – Es

Mainã Mantovanelli da Mota, Sarah de Jesus Cantarino, Geide Rosa Coelho

Resumo


Os centros de ciências destacam-se pelos processos interativo e dinâmico que contribuem para a construção da cultura científica. O presente trabalho visa investigar as potencialidades e desafios para o desenvolvimento de práticas educativas em um centro de ciências na cidade de Vitória, no Espírito Santo. Este estudo possui caráter exploratório e de natureza qualitativa. As evidências foram confeccionadas por meio da análise de documentos e entrevistas semiestruturadas realizadas com seis mediadores do espaço, um pedagogo e dois professores visitantes. Evidenciamos diversos desafios referentes às ações e processo formativo dos mediadores. Muitos deles centram as práticas interativas nas explicações conceituais dos instrumentos científicos. O processo formativo está centrado na partilha de experiências entre os colegas do centro e na leitura das apostilas que descrevem os instrumentos do espaço. Os professores apontam como potencialidade a possibilidade de vincular a teoria com situações práticas, relacionadas aos instrumentos científicos do espaço.


Palavras-chave


Educação não formal; Mediação no Centro de Ciências; Potencialidades e desafios para educação científica

Texto completo:

PDFA HTML


DOI: 10.3895/actio.v3n3.7471

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 CC-BY

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr