O estágio não obrigatório na formação de licenciados em ciências biológicas: um espaço de possibilidade formativa

Jucilaine Araujo Bottega da Rocha Pinheiro, Barbara Grace Tobaldini de Lima, Sandra Maria Wirzbicki, Andreia Florêncio Eduardo de Deus

Resumo


A prática dos estágios supervisionados obrigatórios e não obrigatórios é uma ação presente em diversas áreas do conhecimento, e é o momento de assimilar as teorias aprendidas ao longo da formação com as práticas profissionais oportunizadas. Nesta pesquisa, a área em estudo, envolve a formação de licenciandos em Ciências Biológicas a partir de uma das inquietações oriundas do estágio não obrigatório – qual a contribuições dessa atividade na formação acadêmica e profissional dos participantes. Essa situação foi problematizada e discutida no desenvolvimento da pesquisa. Que teve como objetivo compreender como a prática de estágios não obrigatórios podem contribuir na formação acadêmica e profissional dos licenciandos em Ciências Biológicas. Nosso estudo, de caráter qualitativo e desenvolvido a partir das orientações do Estudo de Caso, e com análise a partir da Análise Textual Discursiva (ATD) identificou duas principais categorias. Na primeira a discussão envolve o perfil do licenciado em Ciências Biológicas e a segunda as contribuições do estágio não obrigatório para a formação dos participantes. Nossos resultados indicam similaridade com as contribuições historicamente construídas, na prática dos estágios obrigatórios, como também, que o estágio não obrigatório é espaço para problematizar o desenvolvimento dos saberes profissionais junto as atividades curriculares do curso de graduação. Finalizamos com argumentos sobre a necessidade de ampliar a discussão sobre a formação de professores junto aos formadores da instituição, sobre o espaço que o estágio ocupa na formação dos acadêmicos dos cursos de licenciatura, e por quais razões as Secretarias de Educação Municipal contratam acadêmicos de cursos que não habilitam formalmente para esse nível de ensino. Reflexões que entendemos ser necessárias para a qualificação acadêmica e profissional dos licenciandos.

Palavras-chave


Educação em Ciências; Formação de professores; Profissionalização docente; Saberes Docentes

Texto completo:

PDFA


DOI: 10.3895/actio.v5n2.11709

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 ACTIO: Docência em Ciências

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A ACTIO adota licenciamento  Creative Commons do tipo CC-BY 4.0

Redes Sociais:

facebook                             


                   


ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr