A percepção de professores de ciências frente aos desafios no processo de ensino e aprendizagem de alunos público alvo da educação especial

Fernanda Welter Adams

Resumo


O aluno público alvo da educação especial (PAEE) é, assim como qualquer outro, um sujeito de potencialidades e capaz de se desenvolver, portanto, deve ter oportunidades de se apropriar do conteúdo científico referente às Ciências da Natureza. A deficiência é mais do que algo orgânico, é social e, por isso, pode ser compensada por meio do desenvolvimento de caminhos alternativos promovidos através da prática pedagógica do professor, como por exemplo, a adaptação de conteúdo. Mas, os docentes, comumente, consideram essa prática como um desafio. Outrossim, objetiva-se relatar as percepções de futuros professores de Ciências da Natureza frente aos desafios de ensino   para garantir o aprendizado de alunos público alvo da educação especial. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que possui como referencial teórico as concepções de deficiência de Vigotski. Foram sujeitos desta pesquisa 133 graduandos dos dois últimos anos de cursos de licenciatura em Ciências Biológicas, Física e Química, distribuídos em quatro Instituições de Ensino Superior Públicas no Estado de Goiás. Como instrumentos de construção de dados fez-se uso de questionários contendo perguntas tanto abertas como fechadas, respondidas por todos os licenciados participantes e entrevistas semiestruturadas, da qual participaram 19 licenciandos; os dados obtidos foram analisados e estruturados em unidades de significados e posteriormente organizados em categorias emergentes segundo a Análise Textual Discursiva (ATD). Os resultados demostram que a maioria dos licenciandos dos cursos de Ciências Biológicas, Física e Química, percebem como desafios para garantir o aprendizado dos alunos PAEE, o não conhecimento das especificidades dos alunos e a adaptação do conteúdo científico a ser ministrado, sendo estes resultados da falta de uma formação inicial que discuta a educação especial. Essas concepções levam a conclusão de ser necessário a obrigatoriedade da inclusão de uma disciplina específica que aborde desde a história da educação especial, a legislação, as especificidades das deficiências até a prática de ensino com os alunos PAEE, uma vez que tendo conhecimento sobre a deficiência os futuros professores poderão observar a capacidade de aprendizado dos alunos e se sentirão seguros para promovê-la.

Palavras-chave


Ensino de Ciências; Formação inicial; Educação Inclusiva; Deficiência

Texto completo:

PDFA


DOI: 10.3895/actio.v5n3.11519

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 ACTIO: Docência em Ciências

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A ACTIO adota licenciamento  Creative Commons do tipo CC-BY 4.0

Redes Sociais:

facebook                             


                   


ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr