A utilização do Scratch como ferramenta pedagógica na percepção de quem ensinará matemática

Janaína Mendes Pereira da Silva, Cleia Alves Nogueira, Regina da Silva Pina Neves, Paulo Cesar Bernardo Silva

Resumo


Este artigo apresenta uma pesquisa sobre o uso da linguagem de programação Scratch, como possível ferramenta no processo de ensino e de aprendizagem de conceitos matemáticos na formação inicial de professores.  Para o estudo, utilizou-se o Scratch que, além de desenvolver o pensamento computacional, possibilita ao professor trabalhar os conteúdos matemáticos por meio de seus jogos, animações e diversas outras atividades. Os dados empíricos foram construídos com quatro estudantes da licenciatura em Matemática de uma Instituição Pública Federal do Centro-Oeste, por meio de questionários, que foram socializados ao final de duas oficinas de construção de jogos com o Scratch. Para compor os resultados, optou-se pela Análise de Conteúdo de Bardin (2016). Constituíram-se como categorias: o trabalho e a interação. Os resultados sugerem, na percepção dos licenciandos, que o uso do Scratch pode melhorar o processo de ensino e de aprendizagem da Matemática, tornando essa experiência significativa, criativa e lúdica.


Palavras-chave


Ensino; Aprendizagem; Scratch; Matemática

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: 10.3895/rbect.v%25vn%25i.9614

Direitos autorais 2022 CC-BY

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr