Revista Brasileira de Qualidade de Vida

A Revista Brasileira de Qualidade de Vida (ISSN: 2175-0858) é vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP) e ao Laboratório de Qualidade de Vida (LaQVida) da UTFPR - Campus Ponta Grossa.

Imagem para capa da revista

As condições para que ocorresse a Revolução Industrial foram alicerçadas com descobertas em química, eletricidade e termodinâmica. Novas técnicas de fabricação produziram transformações profundas na vida societária. A concepção paradoxal de trabalho, com elevado custo humano e benefícios proporcionados à sociedade, arraigado nos primórdios do período, contribuíram na conformação um cenário volúvel. As atividades laborais e a vida dos indivíduos, redesenhadas, foram severamente impactadas no tempo presente com a mundialização do capital.

Os avanços atuais da ciência e tecnologia, tal qual na Revolução Industrial, produzirão novos avanços, e também retrocessos. A ciência molecular, a ciência das redes e modelos de simulação baseados em agentes são campos científicos que devem contribuir significativamente no devir. A diversidade é uma característica ímpar dessa sociedade, crescentemente baseada na informação e conhecimento, que é convivente com uma degradação ambiental sem precedentes. A idéia delineada de qualidade de vida é, contraditoriamente, mais próxima e também mais distante.

A Qualidade de vida, aqui entendida como “a percepção do indivíduo de sua posição na vida, no contexto da cultura e sistema de valores nos quais ele vive e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações” (WHOQOL GROUP, 1998), é abalizada por variáveis complexas determinadas pela percepção individual.

Dentro do atual ambiente acadêmico, a transmutação do trabalho, a despeito dos impressionantes avanços tecnológicos que vem ocorrendo e sofisticados métodos e instrumentos de trabalho que o teste do tempo mostrou não ter servido para libertar as pessoas do fardo mecânico e de sua coisificação ou mesmo para ampliar o tempo de não-trabalho, por múltiplos vieses, vem sendo sistematicamente discutido na mencionada perspectiva da qualidade de vida.

A Revista Brasileira de Qualidade de Vida, tendo como pano de fundo o cenário tracejado, nasce como um espaço multidisciplinar, destinado a discussão de um fenômeno pluridimensional abordado em diferentes áreas de forma dessemelhante. Privilegia-se, neste espaço aberto para pesquisadores, a produção acadêmica de natureza aplicada, com características descritivas ou explicativas, assentada em base teórico-conceitual com contribuições originais.

Luiz Alberto Pilatti.

Notícias

 
Nenhuma notícia publicada.
 
Outras notícias...