AVALIAÇÃO DE DANOS DE GEADA EM DIFERENTES ESPÉCIES DE BAMBU

Raiza Abati

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar a adaptabilidade de diferentes espécies de bambu aos danos de geada. O experimento foi conduzido no Centro Paranaense de Referência em Agroecologia, localizado em Pinhais – PR, utilizando Bambusa vulgaris e Bambusa oldhamii, contendo quatro repetições, contendo duas modalidades de plantio, bambu e outras espécies arbóreas, e somente bambu. Desta forma, o delineamento experimental foi em blocos casualizados em esquema fatorial 2 x 2 (duas espécies de bambu e duas modalidades de plantio). A avaliação de tolerância das espécies à geada foi realizada por meio de um teste visual que consiste na atribuição de notas que variam conforme a proporção da planta apresente folhas e colmos com tecidos mortos.  Após seis dias consecutivos de geada severa o B. vulgaris apresentou menor tolerância a estas condições (4,99), quando comparada ao B. oldhamii (3,83) e que a presença de espécies arbóreas na linha de plantio não apresentou diferença significativa para diminuição dos danos. Conclui-se que das espécies avaliadas, o B. vulgaris é a que apresenta menor tolerância às condições de geada severa, assim, havendo necessidade de mais pesquisas sobre adaptação de espécies de bambu em diferentes regiões.

Texto completo:

PDF


CCT - UTFPR - DV