AVALIAÇÃO DO ÍNDICE DE CONFORTO TÉRMICO (ICT) E ÍNDICE DE TEMPERATURA E UMIDADE (ITGU) DE OVINOS DORPER x SANTA INES EM SISTEMA SILVIPASTORIL

Maiane Cristina Rodrigues Dos Santos

Resumo


Um ambiente é caracterizado por inúmeros fatores, que devem ser reduzidos a uma única variável que represente a combinação de todos estes valores. Desta forma, índices de conforto térmico, vem sendo utilizados para avaliar o impacto dos fatores ambientais sobre a produção animal, tais como: o índice de conforto térmico (ICT) e índice de temperatura do globo e umidade (ITGU), ambos abordados nesse trabalho. Desta forma, esta pesquisa teve por objetivo determinar os valores de ICT e ITGU para ovinos em sistema silvipastoril (SSP) em comparação ao pleno sol (PS). Este estudo foi desenvolvido no setor de Ovinocultura da UTFPR, câmpus Dois Vizinhos/PR. As avaliações de microclima foram realizadas em cinco dias aleatórios, durante os meses de janeiro e fevereiro de 2017. Em ambos os tratamentos foram avaliadas as seguintes variáveis microclimáticas: temperatura e umidade relativa do ar, velocidade do vento, temperatura do ponto de orvalho e temperatura de globo negro. Na sequência obteve-se os índices de temperatura e umidade (ITGU), e índice de conforto térmico (ICT), para avaliar se os animais se encontravam dentro da faixa de conforto térmico. Os valores de ICT e o ITGU apresentaram diferença estatística (P<0,05) entre manhã e tarde e entre os tratamentos. Portanto, percebe-se a eficácia do sistema silvipastoril em promover conforto térmico aos animais submetidos a este tipo de ambiente.


Texto completo:

PDF


CCT - UTFPR - DV