LEVANTAMENTO E FLUTUAÇÃO POPULACIONAL DE Euschistus heros (F.) e Nezara viridula (L.) (HEMIPTERA: PENTATOMIDAE) EM LAVOURAS DE SOJA (Glycine max (L.) Merrill) NO MUNICÍPIO DE DOIS VIZINHOS /PARANA

JEFERSON LUIS AQUINO DANIEL, ADRIELLY BURATTO MACHADO, EVERTON RICARDI LOZANO DA SILVA

Resumo


Os percevejos fitófagos destacam-se como as pragas de maior importância na cultura da soja Glycine max (L.) Merrill no Brasil. Estes podem ocorrer durante todo ciclo da cultura, destacando sua importância econômica a partir do início da fase reprodutiva, onde alimentam-se de vagens e sementes, causando danos diretos na qualidade e produtividade de grãos. O objetivo desse trabalho foi estudar o levantamento e flutuação populacional de duas espécies de percevejos fitófagos da cultura da soja, Nezara viridula Linnaeus, 1758 e Euschistus heros Fabricius, 1794 (Hemiptera: Pentatomidae) em lavouras de soja no município de Dois Vizinhos/Paraná, durante a safra agrícola 2014/2015. Utilizou-se cinco diferentes propriedades, estabelecidas com a mesma cultivar, Dom Mario 5.9i (BMX Alvo RR), espaçamento de plantio entre linhas de 0,45 m, data de plantio realizada em novembro de 2014, com diferença entre as áreas de até cinco dias e realização das amostragens no mesmo estádio de desenvolvimento fenológico, com intervalos de 15 dias. Capturou-se e quantificou-se os insetos através da utilização do pano de batida. Dentre as duas espécies avaliadas E. heros apresentou maior ocorrência, com picos populacionais, para ambas as espécies, a partir do início da fase reprodutiva.

Texto completo:

PDF


CCT - UTFPR - DV