ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DO ÓLEO ESSENCIAL DE CORDIA VERBENACEA FRENTE A QUATRO CEPAS BACTERIANAS DE INTERESSE CLÍNICO

Lorena Clara Cruz, Paula Juliane Barbosa de Oliveira, Luana Luchesi, Romulo Mello, Michelle Rodrigues, José Marchese, Cleverson Busso

Resumo


Fontes naturais, como por exemplo, metabólitos secundários de plantas são considerados  potenciais antimicrobianos produzidos  e disponibilizado em grande quantidade na natureza.  Os óleos essenciais são compostos ricos em substâncias como monoterpenos e sesquiterpenos que podem ser utilizadas na produção de produtos antimicrobianos. Por isso objetivo é testar a atividade antimicrobiana do óleo essencial de Erva Baleeira (Cordia verbenacea) frente a bactérias patogênicas. O experimento foi realizado a partir do óleo essencial de erva baleeira aplicado em microplacas contendo cepas microbianas padronizadas segundo a escala McFarland para verificar a concentração inibitória mínima (CIM). Para as bactérias Escherichia coli, Staphylococcus aureus e Bacillus cereus o óleo de C. verbenacea apresentou uma CIM de 100µl/mL, enquanto que para Salmonela enterica sorovar Enteritidis não houve inibição do crescimento. Assim, conclui-se que o óleo de erva baleeira teve ação antimicrobiana na concentração100µl/mL para as bactérias testadas, exceto na bactéria gram negativa S. enterica. Este trabalho visa contribuir para o estudo da aplicação do óleo essencial desta planta como agente antibacteriano. 


Texto completo:

PDF


CCT - UTFPR - DV