DETERMINAÇÃO ESPECTROFOTOMÉTRICA DOS HERBICIDAS JAGUAR E TRUENO

Andréia Anschau, Roberta Sorhaia Samayara Sousa Rocha de França, William Junior Ribeiro dos Santos

Resumo


Os herbicidas correspondem à maior parcela de agrotóxicos comercializados no mundo. Muitas destas moléculas têm grande probabilidade de contaminar os recursos hídricos, devido ao alto potencial de deslocamento no perfil do solo (lixiviação), elevada persistência no solo, moderada solubilidade em água e adsorção moderada à matéria orgânica presente no solo. A determinação de agrotóxicos/herbicidas por meio de análises rápidas e de baixo custo seja como multirresíduo em alimentos ou em amostras de solo e água torna-se cada vez mais necessária no Brasil, visto que a produção de grãos se avoluma cada vez mais. A espectrofotometria é um dos métodos analíticos mais usados nas determinações analíticas em diversas áreas. Aminopiralide, fluroxipir e ácido 2,4-diclorofenoxiacético (2,4-D) são ingredientes ativos de herbicidas ácidos, indicados para o controle em pós-emergência de plantas daninhas dicotiledôneas herbáceas e semi-arbustivas. O presente estudo teve como objetivo utilizar a metodologia de espectrofotometria UV-Vis na determinação dos herbicidas Jaguar (aminopiralide + 2,4-D) e Trueno (aminopiralide + fluroxipir).


Texto completo:

PDF


CCT - UTFPR - DV