ANÁLISE DE DESPESAS RELACIONADAS À ENERGIA ELÉTRICA DE PROPRIEDADES PRODUTORAS DE FRANGO DE CORTE DA REGIÃO DO SUDOESTE DO PARANÁ

Samira Costa Moscardi, André Luis Priester

Resumo


A avicultura é uma atividade muito difundida no Brasil, e que possibilita alta lucratividade. Porém, os ganhos com a mesma podem ser prejudicados por diversos fatores e um deles são os gastos relacionados à energia elétrica. Como é um setor altamente tecnificado, a energia é fundamental, mas muitas vezes não é dado a sua devida importância. Considerando isso, escolheu-se aleatoriamente vinte unidades produtoras de frangos de quarenta e dois dias ligadas à uma integradora, separadas por estado de conservação e posteriormente aplicou-se um questionário para entender a situação de cada uma. Através dos dados obtidos classificamos dezoito instalações como ‘’bom’’, uma como ‘’razoável’’ e uma como ‘’ruim’’. Esse alto índice de instalações consideradas boas é decorrente das exigências da empresa integradora. Das vinte propriedades analisadas, a A6 foi a que mostrou os gastos mais elevados com energia elétrica, isso deve-se as péssimas instalações elétricas apresentadas pela mesma. Já a propriedade A20 apresentou gastos com energia e manutenção relativamente baixos em relação ao seu faturamento. A pesquisa identificou que essa unidade possui instalações antigas, porém adaptadas e que atendem satisfatoriamente as exigências do galpão. Na comparação entre as duas instalações (A6 e A20) notamos que, apesar das mesmas dimensões, o aviário com instalações adequadas tem um uso mais eficiente da energia elétrica, tendo um gasto menor em relação ao seu faturamento.


Texto completo:

PDF


CCT - UTFPR - DV