Correlação entre poder calorífico e composição elementar de pellets torrados

kRISSINA CAMILLA MOLINARI

Resumo


O principal objetivo da pesquisa foi analisar se o poder calorífico dos pellets torrados relacionados com a análise elementar produz maior potencial energético. As amostras de pellets foram submetidas a temperaturas de 200, 220, 240, 260, 280 e 300ºC, em diferentes combinações de tempo de 30, 60 e 90 minutos, sendo avaliados os efeitos da torrefação nas principais propriedades energéticas (poder calorífico e análise elementar). O processo de torrefação mostrou-se eficiente, ou seja, os pellets responderam o tratamento de forma satisfatória, a lignina apresenta uma menor degradação térmica, consequentemente aumentando o Poder Calorífico, havendo também uma contribuição significativa na estimativa de carbono e oxigênio. 


Texto completo:

PDF


CCT - UTFPR - DV