Fauna Epiedáfica em Sistemas Agroflorestais no Sudoeste do Paraná

Ketrin Lorhayne Kubiak

Resumo


Considerando a sensibilidade da fauna edáfica aos diferentes usos do solo, o presente estudo teve por objetivo identificar grupos taxonômicos da fauna em sistemas agroflorestais. O estudo foi desenvolvido instalando 10 armadilhas de queda (Pitfall-traps) dispostas aleatoriamente em cada área experimental de 3 sistemas agroflorestais (SAF1, SAF2 e SAF3), permanecendo ativas no campo por 7 dias. Após a coleta, foram identificados grupos taxonômicos ao nível de ordem e determinada sua abundância, riqueza de Margalef, índice de diversidade de Shannon e dominância de Simpson. Como resultado o SAF2 apresentou maior número de grupos taxonômicos, maior índice de riqueza e diversidade em relação as SAF1 e SAF3, embora tenha sido observada elevada riqueza e abundância de organismos em todos os SAFs analisados.


Texto completo:

PDF


CCT - UTFPR - DV