POTENCIAL PRODUTIVO DE CANOLA HYOLA 571 (Brasica napus) EM DIFERENTES DENSIDADES DE SEMEADURA

Cleverson Luiz Giacomel, Jordano Sandri da Silva, Karine Fuschter Oligini, Rodrigo Bucmaier, Vanderson Vieira Batista, Paulo Fernando Adami

Resumo


A canola (Brasica napus) é uma das principais culturas oleaginosas do mundo. O trabalho tem objetivo de avaliar o desempenho de canola em diferentes densidades, sendo com 10, 14 e 18 plantas por metro linear. Foi utilizado um delineamento experimental de blocos ao acaso com três repetições com parcelas subdivididas. O experimento foi conduzido no ano de 2017 na Universidade Tecnológica Federal do Paraná, com as avaliações de população final, número de síliquas, número de ramificações, massa de mil grãos, produtividade e altura de planta. Não foram observadas diferenças entre as variáveis analisadas, exceto para a população final de plantas. A canola cv. Hyiola 571 apresentou produtividade 1.646 kg ha-1, valor superior à média nacional.

Texto completo:

PDF


CCT - UTFPR - DV