TEMPERATURA E ÁCIDOS GIBERÉLICO, ACÉTICO E, SULFÚRICO NA SUPERAÇÃO DE DORMÊNCIA EM SEMENTES DE Annona squamosa

Isadora Bischoff Nunes, Rayanah Stival Svidzinski, Alberto Ricardo Stefeni, Camila Kreczkiuski, Américo Wagner Júnior

Resumo


O objetivo deste trabalho foi testar formas de quebra de dormência em sementes de fruta-do-conde (Annona squamosa L.) com ácidos giberélico, acético e sulfúrico, em duas condições de temperatura. As condições testadas foram de 25°C constante e em alternância entre 5°C e 25°C. As sementes foram submetidas a seis formas de quebra de dormência, com GA3 150 mg L-1, GA3 300 mg L-1, água, ácido acético, ácido sulfúrico e testemunha). Foi utilizado delineamento inteiramente casualizado, em esquema bifatorial 2x6 (temperatura x técnica de quebra de dormência), com quatro repetições de 50 sementes. Foram analisados a porcentagem de germinação (%) e o índice de velocidade de germinação (IVG). Houve interação somente para a variável IVG. Recomenda-se para sementes de Annona squamosa adoção de embebição em água e GA3, com a alternância de temperatura 5°C/25°C.

 


Texto completo:

PDF


CCT - UTFPR - DV